Rejunte, um detalhe que faz a diferença

Quem constrói ou reforma, sabe que uma das etapas mais aguardadas é a colocação dos pisos e revestimentos. É com essas peças que a gente sonha, todo mundo quer o mais bonito e harmônico para o espaço. Grandes ou pequenos formatos, de base branca ou vermelha, lisos ou estampados, vinílicos, amadeirados. Mas não é só o piso que importa, o rejunte, esse detalhe que parece sem importância, é fundamental.
Imagina se você escolhe um lindo piso, aquele que te fez sonhar durante toda a obra, mas na hora de colocar o rejunte ficou mal feito. Pensou? É dor de cabeça na certa. Isso porque um rejunte mal escolhido ou aplicado pode estragar a beleza e funcionalidade do piso. Ou seja, é um ‘detalhe’ que faz toda a diferença, afinal, ele é usado para preencher as juntas e as frestas entre as peças, para dar vedação e atua como impermeabilizante.
Separamos algumas dicas para você não errar na hora da escolha. Vamos lá!

  • Uniformidade: a cor do rejunte tem que casar com a do piso e revestimento
  • Prefira cores que não ressaltem manchas, fungos e sujeira. Mas se quiser algo mais básico, prefira tons neutros.
  • Se tiver como, compre uma quantidade pequena para testar
  • É fundamental avaliar a facilidade de limpeza do rejunte no dia a dia porque ele vai receber sujeira de todos os lados.
    Há no mercado três diferentes tipos de rejunte: cimentício, acrílico e epóxi. E a decisão correta entre essas opções é o que vai garantir o acabamento e um visual agradável ao revestimento. Afinal, além de auxiliar o desempenho estético, o produto é responsável por preencher as juntas entre as placas, impermeabilizando o espaço. Temos todos eles disponíveis na Vilarejo. E você já sabe, mas é bom reforçar. Aqui, a gente tem um time especializado em Solução em Casa! Você pode solicitar ajuda profissional em uma de nossas lojas ou tirar dúvidas através do Disque Solução 0800 8789321 e falar com um dos nossos especialistas.
FECHAR ACESSIBIILIDADE
× Como posso ajudar?